Article

Oriane Attal    
Voir son profil Voir ses articles

A Biodiversidade em perigo   

Auteur : Oriane ATTAL

Note :

Enquête : -> mTPE180s "Biodiversité"

Pays : Portugal

Lieu : Monde

Langue : Espagnol

pix

A BIODIVERSIDADE EM PERIGO


O que é a biodiversidade?

A biodiversidade é o conjunto de todas as espécies de seres vivos como os animais, as plantas, os cogumelos ou as bactérias que vivem em harmonia.
Essas espécies são essenciais e desempenham um papel importante no meio ambiente. Infelizmente, mais de 15 000 espécies correm o risco de desaparecer por causa das secas, dos incêndios e das atividades humanas.

Imagine um mundo sem tigres, sem abelhas, sem pandas, sem plantas…
É o que poderia acontecer se não fizermos nada para protegê-los.
Porquê que os animais estão a desaparecer? Que podemos fazer para eles?

A. Quais são os papéis dos animais?

A biodiversidade é o conjunto de todos os seres vivos do nosso planeta.
Cada um tem um papel diferente e importante para manter um equilíbrio e a sobrevivência dos animais.
Por exemplo:

-Os tubarões são muito importantes para o ecossistema, pois comem animais doentes e velhos mantendo a população dessas presas saudáveis.

-As abelhas são fundamentais porque elas permitem a polinização das flores. Elas fazem 80 % do trabalho.

-Sem as plantas, não estaríamos aqui. Elas produzem o oxigénio que nos permite respirar. Em seguida, as plantas são o alimento de milhões de espécies vivas e permitem ao homem de produzir medicamentos.

-E as minhocas que ocupam o nosso jardim? Esses animais são essenciais à vida e à terra porque elas permitem a aeração dos solos. Com esses buracos, a água consegue ir para infiltrar-se.

-Hoje, perdemos 50% dos corais que são seres vivos, que abrigam a maior parte da biodiversidade marinha e que protegem as nossas costas dos maremotos.

Sem abelhas não há mel e flores. Sem flores, plantas e árvores não há oxigénio. Sem oxigénio, nenhuma vida na Terra.
Lamentavelmente, todos esses animais importantes são ameaçados.


B. Alguns problemas na Terra…

Efetivamente a biodiversidade está em perigo.

A Terra vai entrar daqui a de 200 anos numa 6a estinxão de massa. Esse fenómeno ocorre quando 75% das espécies estão em vias de extinção, num período de milhões de anos e numa grande superfície terrestre.
Isso deve-se ao desmatamento, à poluição e à híper exploração.
Hoje, estão na lista vermelha, 1 sobre 5 dos mamíferos; 1 sobre 8 das aves; um terço dos anfíbios e dos répteis; 37% de peixes e 70% das plantas correm o risco de extinguir-se.
Com um total de 47 677 espécies, 36% estão ameaçadas de extinção.
Na Terra, a população de vertebrados selvagens diminuiu de 60% entre 1970 e 2014 (WWF).
Na América do norte, eles perderam 23% da fauna e nas Caraíbas e América do Sul, 89% das espécies desapareceram em 44 anos.
83% dos animais da água doce já foram exterminados.
Numa região da Tanzânia, a população de elefantes caiu de 66% e 90% dos leões já foram embora.
Mas não é só isso e a lista poderia ser mais longa.

Há também espécies que já desapareceram como o « Dodo », que só conhecemos graças à arte; o « Moa », um grande pássaro de 3 metros e o leão europeu.
Um outro exemplo, com as baleias e as lontras marinhas na costa do Alasca.
Elas foram dizimadas por causa dos homens na 2ª metade do século 20.
As orcas, sem comida, passaram a comer focas, depois leões-marinhos e lontras. Essa diminuição permitiu o aumento de ouriços-do-mar que devoraram a floresta de Varesh.

3 elefantes por hora, 2 tigres por semana, 3 rinocerontes por dia desaparecem por causa dos impactos dos meios dos animais, da híper exploração e da poluição.
Não podemos continuar assim.


C. Mas, quais são as soluções?

O que podemos fazer para a salvar a biodiversidade?

Antes de ajudar os animais temos de proteger os meios naturais onde eles vivem como as florestas ou os oceanos.
Mas evidentemente não os capturar, manifestar contra o desmatamento…

Podemos fazer mudanças próximo da nossa casa: fazer uma pesquisa para descobrir quais são as espécies locais que precisam de ajuda, cultivar plantas, usando produtos sem pesticidas porque eles podem ter uma influência muito grande no meio ambiente (o fluxo de água pode propaga-las); pensar no espaço que precisamos na verdade (evitar os grandes jardins) e manter um espaço mais selvagem para os animais.

Mas também cuidar-se das mudanças climáticas e da poluição como comprar produtos locais, reduzir o nosso consumo de eletricidade e de alimentos, limitar os transportes e não gastar a água.

Depois, podemos falar da reintrodução de animais que é o facto de reintroduzir diferentes espécies de animais que são ameaçados.
Só que não funciona sempre por causa dos carros e da caça furtiva.
Nós temos como exemplo o linx boreal.


O nosso planeta: a Terra

O nosso planeta pode ser único no universo. É o único lugar em que a vida floresce porque a Terra oferece tudo o que precisamos: ar limpo para respirar, uma atmosfera que nos protege, plantas para nos alimentar, respirar e fazer medicamentos, animais para a comida e a tecelagem, metais para fazer ferramentas, e água para beber.
Mas não vamos esquecer que todos esses recursos acabarão. Então, todos precisamos de agir para salvar a Terra, com a sua biodiversidade que nos rodeia.
O esforço é importante, mas o nosso planeta vale a pena!



Contexte NEOS : Nature et environnement